Laboratório de Química do Estado Sólido
 LQES NEWS  portfólio  em pauta | pontos de vista | vivência lqes | lqes cultural | lqes responde 
 o laboratório | projetos e pesquisa | bibliotecas lqes | publicações e teses | serviços técno-científicos | alunos e alumni 

LQES
lqes news
novidades de C&T&I e do LQES

2017

2016

2015

2014

2013

2012

2011

2010

2009

2008

2007

2006

2005

2004

2003

2002

2001

LQES News anteriores

em foco

hot temas

 

NOVIDADES em C&T&I e do LQES

Manaus instala o maior instituto de alta tecnologia da Europa.

O acordo para que o centro venha para a região foi assinado no dia 30 de novembro em Manaus e Berlim. (Leia nota)

Fundeb vai aplicar mais de R$ 55 bilhões na educação básica.

Pela primeira vez a educação básica no Brasil (ensino infantil, fundamental e médio) terá um fundo próprio de financiamento. (Leia nota)

Ranking dos países que participam da corrida das nanotecnologias.

A revista Nature Nanotechnology oferece um conjunto de dados comparativos que permitem saber quais países ocupam a dianteira. (Leia nota)

Avaliação das questões relacionadas aos nanomateriais e meio ambiente : o debate continua...

Agora foi a vez do Conselho Nacional de Ciência e Tecnologia (EUA), ligado diretamente ao gabinete presidencial, divulgar seu relatório. (Leia nota)

A farmacogenômica promete agitar os tratamentos médicos.

Encontrar e administrar o medicamento ideal, no momento certo, para a pessoa certa poderá fazer parte da medicina do amanhã. (Leia nota)

Chips eletrônicos : Samsung começa a se afastar dos concorrentes !

A empresa coreana começa a utilizar sua tecnologia de 50 nm visando ao desenvolvimento do primeiro chip de memória DRAM, de 1 GB. (Leia nota)

Finalmente desvendados os segredos do Mecanismo de Anticitera.

Restos de um antigo aparelho de cálculo mecânico, com cerca de 2.000 anos, revela novas habilidades dos gregos antigos. (Leia nota)

Verdadeiramente inesperado : ouro, prata e cobre podem produzir nanotubos de carbono de parede única (SWCNT).

Pesquisadores japoneses mostram que não só de nanopartículas de ferro, cobalto e níquel "nascem", cataliticamente, os nanotubos de carbono. (Leia nota)

Brasil causa estrondo no mercado de etanol.

País é o maior produtor mundial de cana-de-açúcar. (Leia nota)

Diáspora científica.

O MCT (Ministério da Ciência e Tecnologia do Brasil) está apelando a todos os 1000 cientistas que foram trabalhar no exterior, entre 1993 e 1999, para que contribuam com o desenvolvimento da pesquisa e da inovação no Brasil. (Leia nota)

Ranking das 10 universidades/instituições latino-americanas e ibero-americanas : produção científica.

Ranking das universidades da América Latina e Ibero-América - realizado pela SCImago (Universidades de Granada e Carlos III, Espanha) -, mostra as instituições com maior produção científica indexada. (Leia nota)

Purificação da água : nanopartículas novamente em ação.

Nanopartículas de óxido de ferro são capazes de interagir com átomos de arsênico. (Leia nota)

Vinho tinto : teriam seus bons efeitos sido finalmente elucidados ?

Estudo internacional procura responder a esta pergunta. (Leia nota)

Nanopartículas e filmes poliméricos permitem captar água como fazem os escaravelhos no deserto da Namíbia.

Mais uma vez a natureza serve como fonte de inspiração para novas tecnologias. (Leia nota)

Mauveína, o primeiro corante sintético, faz 150 anos !

Willian Perkin, químico inglês que produziu pela primeira vez o corante, foi lembrado pela Royal Society of Chemistry (Reino Unido). (Leia nota)

Novo analgésico natural bate de longe a morfina !

Pesquisadores do Instituto Pasteur (França) conseguem isolar substância secretada na saliva humana. (Leia nota)

Níveis mundiais de CO2 continuam subindo : novo recorde em 2005 !

Dados da Organização Meteorológica Mundial confirmam esta tendência. Protóxido de nitrogênio (N2O) e metano (CH4) também preocupam. (Leia nota)

Sobre a condutividade do DNA : o papel dos nucleotídeos.

Pesquisadores da Universidade de Málaga (Espanha) afirmam que o nível de condutividade depende da seqüência dos nucleotídeos. (Leia nota)

Rede Nacional de Pesquisas em Nanotubos de Carbono realiza o seu Workshop 2006.

Dois dias de intensa programação marcaram o primeiro Workshop da rede. (Leia nota)

Paralisia do conhecimento.

Para Fernando Galembeck, o maior risco que o setor de nanotecnologia corre no país é a dificuldade de realizar pesquisas devido ao excesso de leis. (Leia nota)

Nanotecnologia (Nanotec 2006).

O Boletim Inovação Unicamp comenta dois painéis da programação do evento Nanotec 2006, realizado de 6 a 8 de novembro, em São Paulo. A Feira reuniu 38 expositores, que apresentaram 100 projetos ou produtos. (Leia nota)

Novo tipo de silício pode garantir o crescimento do setor solar fotovoltaico.

A mistura de silício "metalúrgico" com silício de "alta pureza" é a novidade. (Leia nota)

Materiais termoplásticos usados na construção de reservatórios para gás natural.

Apresentando grandes vantagens sobre os convencionais, dada sua revolucionária concepção o reservatório pode ser adaptado a automóveis. (Leia nota)

Hemorragia estancada em poucos segundos...

Pesquisadores do MIT (EUA) e de Hong Kong (China) conseguiram essa excelente performance graças ao uso de uma solução contendo fragmentos de peptídeos. (Leia nota)

Pesquisadores da Academia de Ciências da China obtêm sucesso no teletransporte quântico.

Resultados ampliam as possibilidades de progresso na área das comunicações quânticas. (Leia nota)

"Sangue limpo = sangue bom !" : nanoesferas biodegradáveis cuidam da faxina.

Pesquisadores do Argonne National Laboratory, da Universidade de Chicago e do Armed Forces Radiobiology Reasearch Institute (EUA) concebem nanoesferas magnéticas, capazes de executar o trabalho de "limpeza". (Leia nota)

Humanidade consumista põe em risco a vida do planeta !

Prospectiva assustadora : em 2050 a humanidade consumira duas vezes mais do que a Terra pode produzir ! (Leia nota)

LEDs e tubos de néon ajudam a conservar plantas e vegetais.

A novidade vem do Japão. O uso destas duas fontes de luz acaba diminuindo os gastos com a refrigeração. (Leia nota)

Dessanilização da água : desenvolvida membrana revolucionária.

Nanocompósito, à base de polímero e nanopartículas, permite não só a dessalinização da água como também o tratamento de águas servidas. (Leia nota)

Avião brasileiro faz sucesso também na China.

Empresa sino-brasileira obtém seu primeiro contrato para fornecer aviões civis, modelo ERJ145. (Leia nota)

De olho na citotoxicidade dos nanohorms ("nanochifres").

Pesquisadores japoneses executam testes in vitro visando esclarecer a questão. (Leia nota)

Espécies moleculares orgânicas em dispositivos "spintrônicos".

Dispositivo fabricado por pesquisadores do NIST (EUA) usa moléculas de octanotiol "ensanduichadas" entre eletrodos metálicos. (Leia nota)

Instituto de Tecnologia de Dublin avalia a toxicidade das nanopartículas sobre as células humanas.

Amplo programa de pesquisas visa o estudo da interação de nanoestruturas com células humanas. O primeiro estudo envolveu os nanotubos de carbono. (Leia nota)

Transformar gás carbônico em hidrocarbonetos ? Os químicos garantem !

Começam a aparecer os primeiros resultados do programa europeu ELCAT - Electro Catalytic Gas Phase Conversion of CO2 in Confined Catalysts. (Leia nota)

Patas de barata inspiram materiais adesivos.

Mais um material bioinspirado ! (Leia nota)

Germânio abre novas perspectivas para os componentes eletrônicos.

Pesquisadores do Instituto Max-Planck (Alemanha) são responsáveis por este desenvolvimento. (Leia nota)

Pesquisadores americanos prometem : vem aí o bronzeamento sem sol.

Resultados podem ter forte impacto sobre os temidos cânceres de pele. (Leia nota)

Com estudo de genética bacteriana, bioplásticos ganham novo aliado.

Bactérias serão capazes de produzir, além de poliéster, outros bioprodutos. (Leia nota)

E... novamente os nanotubos !

Procedimento permite chegar a nanotubos a partir de nanofios. (Leia nota)

Mudanças climáticas : o metano oceânico tem tudo a ver com isso !

Estudiosos sugerem relação entre as liberações de metano dos oceanos e as mudanças climáticas. (Leia nota)

Financiamento da pesquisa acadêmica americana pelas indústrias entrou em fase de declínio, segundo a National Science Foundation.

Estaria ocorrendo uma ruptura ? (Leia nota)

INPI iniciou no dia 1° de setembro o registro eletrônico de marcas.

O Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI) iniciou, no dia 1° de setembro, o Sistema Eletrônico de Registro de Marcas. Trata-se de uma notícia alvissareira ! (Leia nota)

Vida curta ao lixo radioativo !

Pesquisadores alemães conseguiram procedimento que permite reduzir a longevidade dos rejeitos de usinas nucleares. (Leia nota)

Plásticos podem ter propriedades de condutividade térmica altamente melhoradas.

A base deste desenvolvimento, feito pela empresa japonesa Chuetsu Graphite Works, foi a obtenção de microesferas de grafite, a partir do grafite natural. (Leia nota)

"Nanofaíscas" : objeto de estudo na Alemanha.

Universidades, institutos de pesquisas e empresas estão interessados nos resultados destas pesquisas. O Ministério Federal de Pesquisa da Alemanha financia o projeto. (Leia nota)

A nova medida dos microchips : do tamanho de um grão de arroz !

HP acredita nisto, mas avisa : a comercialização não será feita antes de 2 anos. (Leia nota)

O ouro : da medicina tradicional à medicina moderna.

Riquezas minerais da África do Sul - somadas à medicina tradicional milenar chinesa -, podem ser o ingrediente que faltava para o combate a várias doenças, entre elas a Aids, a malária, o câncer... (Leia nota)

Até que ponto as nanopartículas podem representar riscos ?

Um novo projeto de pesquisa do governo alemão está investigando o efeito das nanopartículas em estágios de pesquisa e desenvolvimento sobre a saúde das pessoas e meio ambiente. (Leia nota)

Sintetizada a molécula mais magnética do mundo.

Dados os primeiros passos rumo ao embrião do disco rígido do amanhã. (Leia nota)

Fabricação de CNT à baixa temperatura para monitores de emissão de campo.

Possibilidade de fabricar filmes de nanotubos à baixa temperatura abre perspectivas para seu depósito sobre substratos de plástico e vidro ampliando suas potencialidades de aplicação. (Leia nota)

Uma "nova vida" para o plástico PET : desenvolvido um novo procedimento de reciclagem.

O método utilizado por pesquisadores japoneses é mais barato e rápido e utiliza radiação microondas. (Leia nota)

90% de produtores de ciência são do século 20.

Palestra de Evando Mirra no Instituto de Química da Unicamp discute a questão da inovação como base para o desenvolvimento. (Leia nota)

Agora sim ! São produzidos os primeiros verdadeiros transistores com base em nanotubos de carbono.

Pesquisadores da Universidade da Califórnia (San Diego) estimam que estes transistores poderão vir a substituir aqueles de silício. (Leia nota)

Disco Rígido com leitura/escrita a laser.

A empresa americana Seagate vem de depositar patente que usa o laser como cabeça de leitura. (Leia nota)

Uso inusitado do óleo de oliva !

Conforme cientistas alemães, o óleo de oliva pode ser usado para síntese, limpa e barata, de quantum dots. (Leia nota)

Fusão controlada : vencida uma etapa decisiva.

A Agência Japonesa de Energia Nuclear anunciou ter mantido a descarga de um plasma por 1000 segundos ! (Leia nota)

Pondo os nano-herbicidas para trabalhar !

Cientistas vêm desenvolvendo um nano-herbicida, o qual permitirá aos agricultores eliminar de seus cultivares ervas daninhas, sem o uso de grandes quantidades de produtos químicos. (Leia nota)

Sol e pilhas : combinação mais que frutífera !

A redução do custo da conversão da energia solar em eletricidade e o aumento da eficiência da fotoconversão são duas grandes motivações para a pesquisa na área da energia solar. (Leia nota)

Nanotecnologia precisa de debate público.

No lançamento do livro "Nanotecnologia, Sociedade e Meio Ambiente", foi defendida fortemente a idéia de que o desenvolvimento científico deve estar ancorado numa expressiva participação da sociedade. (Leia nota)

II Feira e Congresso Internacional de Nanotecnologia - Nanotec 2006 - será realizada de 6 a 8 de novembro próximo, no ITM Expo, em São Paulo.

O evento terá como novidade um show-room, no qual serão apresentados produtos que têm "nanotecnologia embarcada", tais como automóveis, eletrônicos, cosméticos, têxteis, etc. (Leia nota)

Sistema hormonal de homens e animais pode sofrer interferências de produtos químicos do meio ambiente.

Estudo europeu realizado pela Universidade de Göttingen (Alemanha) chega a importantes conclusões sobre o tema e confirma algumas suspeitas. (Leia nota)

Universidade do Texas na "ponta da linha" da Nanotecnologia nos Estados Unidos.

Com investimentos da ordem de 35 milhões de dólares, começará a funcionar em setembro a mais nova unidade do Centro de Nanotecnologia daquela universidade. (Leia nota)

A hora e a vez dos "nanotubos de carbono brancos".

Grupo do Centro de Pesquisa em Nanoarquitectônica (Japão) afirma que os chamados "nanotubos de carbono brancos", ou "nanotubos de lipídeos", já poderão ser produzidos em grande quantidade. (Leia nota)

Arquivo mundial recenseará 30.000 produtos químicos.

A idéia é ter o maior número de informações acerca dos efeitos dos produtos químicos sobre o homem e o meio ambiente e criar uma rede mundial de informações. (Leia nota)

Eficiência na produção de hidrogênio pode aumentar graças a um novo fotocatalisador.

Nanopartículas de óxido de níquel, suportadas em compostos de tântalo, abrem novas perspectivas para a geração do gás. (Leia nota)

Chips sobre plásticos : rumo à eletrônica flexível.

Inventada por engenheiros americanos, nova técnica de obtenção de filmes finos de semicondutores promete dar capacidade de sensoriamento, computação e imagiamento a um surpreendente ordenamento de materiais. (Leia nota)

Nanotecnologias a todo vapor : o Japão que o diga !

Segundo o Instituto de Pesquisa Nomura, é esperado um "chiffre d'affaires" da ordem de mais de 204 bilhões de dólares, em 2015, somente para o mercado japonês. (Leia nota)

Normalização das Nanotecnologias : os europeus estão saindo na frente.

Agosto de 2006 marca o início do Projeto NANO-STRAND, que será coordenado pelo DIN (Deutsches Institut fur Normung), da Alemanha. (Leia nota)

No Brasil, grande salto nas Nanotecnologias : Unicamp dá partida ao primeiro Microscópio FIB do hemisfério sul.

Custando cerca de 1 (hum) milhão de dólares, o equipamento foi financiado pela Fapesp- Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo. (Leia nota)

Sílica e seda de aranhas : combinação inusitada ?

Bioengenheiros americanos criam uma nova proteína híbrida. (Leia nota)

Concurso Nano50 premia tecnologias, produtos e pesquisadores nas Nanotecnologias.

Pela segunda vez consecutiva, a NASA aponta os seus melhores da área. (Leia nota)

Novo vidro impede a passagem dos raios ultravioleta.

Pesquisadores do Conselho Superior de Investigações Científicas, CSIC (Espanha), são responsáveis por este desenvolvimento. (Leia nota)

Computador controlado pelo pensamento : sonho ou realidade ?

O sistema "BrainGate" está baseado na implantação de vários eletrodos no cérebro, visando captar os sinais cerebrais, os quais podem ser transformados em movimento. (Leia nota)

Cola sensível ao campo magnético : endurece e torna-se líquida quando exposta ao campo.

À base de nanopartículas de MagSilica®, a cola chega pensando em revolucionar a área de colagem de plásticos. (Leia nota)

Microfluídica e Futebol : estaríamos "misturando" os canais ?

Não. Pesquisadores alemães, depois de criar o menor campo de futebol do mundo, simulam um "petardo" de Roberto Carlos, a uma distância de 32 metros do gol ! (Leia nota)

Laptops ganham mais autonomia. Lançada uma bateria recarregável que dura 50% mais tempo.

Empresa japonesa garante a performance, mas avisa : o preço será o dobro. (Leia nota)

Au-Si formam uma liga metálica líquida muito especial.

Pesquisadores de Harvard mostraram que as ligas líquidas apresentam estruturas ordenadas em escala nanométrica (7 camadas atômicas). (Leia nota)

Jornal da Ciência destaca conferência plenária do Coordenador Científico do LQES na 58ª Reunião Anual da SBPC, realizada em Florianópolis.

Oswaldo Luiz Alves falou das Nanotecnologias, enfocando seus conceitos, realizações, oportunidades e desafios, para uma platéia numerosa de estudantes, professores e pesquisadores. (Leia nota)

A nanotecnologia invade os chiqueiros !

A eliminação dos odores fétidos dos chiqueiros poderá ser realizada graças ao uso de nanopartículas, garante equipe canadense. (Leia nota)

Informatização agilizará registro de marcas e patentes.

Segundo o presidente do Instituto "(...) até novembro deste ano a informatização do registro de marcas no INPI deverá eliminar o uso de papel e reduzir, para menos de um ano, o tempo de espera para obtenção do registro." (Leia nota)

Superlentes e metamateriais.

As idéias do cientista russo Victor Veselago, formuladas aproximadamente há 40 anos, ganham força nos tempos da nanotecnologia. (Leia nota)

O mel e seus fortes poderes !

Bactérias resistentes mesmo aos mais potentes antibióticos querem distância do "Medi-Mel", produzido pelos neozelandeses. (Leia nota)

Em 2010, os telefones celulares não serão mais os mesmos : funcionarão com pilhas a combustível.

Pesquisadores franceses tiram proveito de uma reação bem conhecida dos químicos para gerar hidrogênio : Borohidreto de sódio + água. Et voilà ! (Leia nota)

Geolocalização via GPS : grande ajuda aos portadores de Alzheimer.

"Pulseira mágica", felizmente, pode contribuir para que portadores de Alzheimer não fiquem tão "perdidos". (Leia nota)

Método revolucionário de síntese de nanotubos de carbono atinge pureza de 97,5%.

Pesquisadores do AIST (Japão) liderados por Sumio Iijima são responsáveis por este importante avanço. (Leia nota)

Padrões químicos oscilantes são observados na cristalização de nanopartículas.

A famosa reação de Belousov-Zhabotinsk é "espelhada" por sistemas multifases. (Leia nota)

Quer medir o pH de células vivas ? Sim ? Use nanopartículas.

A proposta foi feita por pesquisadores da Universidade de Rice, nos Estados Unidos. (Leia nota)

Pesquisadora brasileira ganha Prêmio nos Estados Unidos.

Graças à participação em trabalho sobre dispersão de nanotubos com DNA, Adelina P. Santos, do CDTN, Belo Horizonte, recebeu o Prêmio "2006 Collaboration Success Award". (Leia nota)

"Dots" fluorescentes de carbono !

Do ponto de vista ambiental, os "dots" de carbono poderiam ser menos tóxicos e menos prejudiciais que os quantum dots de semicondutores. (Leia nota)

"Supertêxtil" para "supermaiôs".

Maiôs de politrimetileno (PTT) batem os de poliuretano. Placar : 25% contra 2% de elasticidade ! (Leia nota)

Fabricado o primeiro monitor usando quantum dots.

Empresa americana acredita na viabilidade industrial e comercial desta nova aplicação dos QDs. (Leia nota)

Um galvanômetro que deixaria até Luigi Galvani superentusiasmado.

Galvanômetro se auto-ultrapassa : "renovado", detecta o movimento de um único elétron. (Leia nota)

Ondas terahertz ganham novos espelhos refletores.

O desenvolvimento de tais espelhos poderá ser fundamental para o futuro dos novos sistemas de comunicações. O prefixo tera equivale a 1012. (Leia nota)

Novo detector de hidrogênio : ultra-rápido e com capacidade de detecção na faixa de 100 partes por milhão (100 ppm).

Detector ultrapassa de longe a velocidade de seus antecessores : confirma a presença de 100 ppm do gás em menos de 1 segundo. (Leia nota)

13 milhões de mortes por ano ! Causa : problemas ambientais que poderiam ser evitados.

Dados da Organização Mundial da Saúde (OMS) mostram que causas ambientais evitáveis poderiam trabalhar em favor da vida. (Leia nota)

Sonda de microscópio de força atômica (AFM) é usada para iniciar crescimento de nanotubos de carbono !

Efeitos de modificações das condições de crescimento dos nanotubos já podem ser monitorados. (Leia nota)

Novo material, "volúvel", dobra-se frente à luz !

Trata-se de uma propriedade "intrigante", que poderá ser aproveitada como microrreator pela indústria farmacêutica. (Leia nota)

Eletricidade produzida por micróbios.

No "árduo trabalho" de decompor a matéria orgânica, alguns micróbios produzem eletricidade. (Leia nota)

Comunicações via telefone celular dão mais um salto com chip gravado em 65 nm.

O feito é da fabricante alemã de chips Infineon. (Leia nota)

Novo método de síntese da caprolactama.

Pesquisadores japoneses conseguiram sintetizar, com alto rendimento, insumo vital para produção do náilon. (Leia nota)

Polímeros colaboram com a Internet : ela fica mais rápida.

Materiais ópticos não-lineares, obtidos com fulerenos combinados com polímeros especiais, estão na base do estudo de pesquisadores canadenses. (Leia nota)

Reação redox estira e encolhe polímero : está pronto um motor molecular !

Polímero contendo átomos de ferro é responsável por esse "efeito mecânico". (Leia nota)

Superbactérias resistentes : tremei !

Descoberto antibiótico natural eficaz contra microorganismos responsáveis por infecções hospitalares. (Leia nota)

Tese realizada no LQES focaliza os nanotubos inorgânicos (NTIs), abordando seus mecanismos de formação e estudo das propriedades estruturais, espectroscópicas e químicas.

Trata-se da trigésima terceira tese do Laboratório de Química do Estado Sólido, da Unicamp. O doutoramento foi defendido por Odair Pastor Ferreira. (Leia nota)

Chip "X-Tudo" : para andar; para controlar a bexiga; para devolver a visão a deficientes visuais, etc, etc.

Trata-se de uma tecnologia originalíssima, a qual poderá servir a uma grande maioria de deficientes visuais, mesmo aos cegos de nascença. (Leia nota)

Chips RFID : respeito à vida privada é bom e a gente gosta !

"Vigilância" altamente eficiente dos estoques de produtos industriais é o que todo empresário deseja - os chips RFID já estão aí pra isso. Mas, espere aí : que nossa vida privada fique fora disso ! (Leia nota)

Copa do Mundo 2006 : jogos em nanocampos de futebol ? É pagar pra ver !

Um campo de futebol 10 milhões de vezes menor que um campo tradicional ? É isso aí, já existe ! Os pesquisadores da Universidade de Rhur (Alemanha) prometeram e cumpriram. (Leia nota)

Estados Unidos e Japão versus Europa : quem ganha a corrida das patentes em nanotecnologia ?

Em meio a uma competição bastante acirrada, ganham aqueles cujas fontes de financiamento em nanotecnologias são menos tímidas, aqueles que investem mais. (Leia nota)

Polistireno submetido à pirólise pode socorrer o meio ambiente.

No mundo, anualmente, são produzidas mais de 14 milhões de toneladas de polistireno. Conhecendo-se os danos que causa à natureza e sabendo-se que apenas 1% do mesmo é reciclado, é mesmo de tirar o sono ! (Leia nota)

Mandioca e batata para compor aquele bom aperitivo ? Nada disso : para fabricar matérias plásticas !

Tanto a mandioca quanto a batata podem ser utilizadas para a produção de plástico. E - o que é bom demais -, plástico biodegradável. (Leia nota)

Saúde controlada com auxílio de biocamisas.

As roupas que usamos, acreditam engenheiros e inventores sul-coreanos, poderão vir a ajudar no controle de nossa saúde. (Leia nota)

Biofilme promete acabar com a graça de certos grafiteiros !

Grafiteiros pichadores podem estar com os dias contados : muros, paredes, a cidade, enfim, a-gra-de-ce. (Leia nota)

Bactérias probióticas versus bactérias nocivas.

Bactérias probióticas, encapsuladas, transpõem "barreiras", chegam aos intestinos e fazem guerra contra as bactérias nocivas. (Leia nota)

Molécula espacial perde seu status : foi sintetizada em laboratório !

Químicos da Universidade da Califórnia acreditam que a nova molécula interessará sobremodo a indústria química. (Leia nota)

Novos compostos contendo Fósforo, Arsênico, Antimônio e Bismuto abrem perspectivas para materiais termoelétricos, eletrônicos, produtos farmacêuticos e polímeros.

Pesquisadores canadenses lançam "novo olhar" sobre o Grupo 15 da Tabela Periódica. (Leia nota)

Chips High-tech garantem transfusões sangüíneas mais seguras.

Etiquetas de identificação por radiofreqüência coladas nas bolsas de sangue nos hospitais dão mais segurança a médicos e pacientes. (Leia nota)

Magnésio e água, literalmente, têm a força !

Pesquisadores japoneses desenvolvem motor que gera força de rotação a partir da reação química entre magnésio e água. (Leia nota)

Desulfurisação oxidante : uma alternativa à hidrodesulfurisação.

O método é mais barato, mais seletivo e reduz a poluição gerada pelas refinarias de petróleo. (Leia nota)

Com a nanotecnologia até vírus entra na dança !

Vírus bacteriófagos permitem a pesquisadores fabricar eletrodos microscópicos. (Leia nota)

As constantes físicas universais não são mais as mesmas !

Ao que tudo indica, pesquisadores holandeses evidenciaram a inconstância dessas grandezas físicas. (Leia nota)

Brasil conquista a auto-suficiência em petróleo.

A boa nova dá concretude a um sonho que vem desde os anos 50. (Leia nota)

Revista Pesquisa FAPESP destaca pesquisas realizadas no LQES.

Nanopartículas de prata fabricadas a partir de fungos e sistema para "atacar" células leucêmicas baseado em nanopartículas de ouro funcionalizadas com tio-beta-ciclodextrina/violaceína são focalizadas. (Leia nota)

Agronegócio ganha Laboratório de Nanotecnologia.

Foi inaugurado em abril o Laboratório Nacional de Nanotecnologia para o Agronegócio (LNNA) em São Carlos, São Paulo. (Leia nota)

Construção do computador quântico fica mais próxima.

Pesquisadores brasileiros e alemães dão contribuição importante para o desenvolvimento de pulsos de luz que sofrem emaranhamento. (Leia nota)

Estão chegando as córneas artificiais.

Pesquisadores canadenses dão um passo muito importante na direção da eliminação dos tão esperados transplantes. (Leia nota)

Unicamp lidera em patentes.

No período 1999 - 2003, a Unicamp passou a Petrobrás em número de patentes no INPI. Com 191 depósitos, é a maior do País. O dado é do presidente do Instituto. (Leia nota)

A biossimulação poderá dar um basta às experiências com animais ?

Modelos de órgãos do corpo podem, agora, ser desenvolvidos graças às técnicas de biossimulação. (Leia nota)

Rede hexagonal de nanotubos metálicos.

Estrutura surpreendente formando uma rede hexagonal de nanotubos metálicos é descoberta casualmente. (Leia nota)

Pó poderá ajudar diminuir a evaporação da água !

Trabalho brasileiro apresentado no Fórum Mundial da Água (México, março 2006) apresenta resultados de pesquisa sobre pó que, colocado na superfície da água, torna mais lenta sua evaporação. (Leia nota)

Explosão de células cancerígenas com nanotubos.

Jovem pesquisador de universidade americana consegue nanoexplosões "diretamente no ponto". (Leia nota)

Fibras ópticas cada vez mais rápidas. Batido mais um recorde : 320 Go por segundo !

Instituto Fraunhofer (Alemanha) não deixa por menos e coloca quatro dados binários em um pulso luminoso. (Leia nota)

Biorreator possibilita o cultivo de células pancreáticas em laboratório.

Podendo contar com a produção de células que fabricam insulina, diabéticos poderão se ver livres do fantasma da injeção diária. (Leia nota)

Cérebro e neurochip : comunicação que pode dar certo !

Os neurônios ampliam sua rede de comunicação, não mais se comunicam apenas entre si : um nanochip entra no "circuito" ! (Leia nota)

Acordos para a ciência entre o Brasil e o Reino-Unido.

Resultados para a C&T&I da visita do Presidente Lula ao Reino Unido. (Leia nota)

Novas e originais nanoestruturas : origâmis de DNA.

Origâmi - antiga técnica oriental de artesanato em papel -, pode utilizar, no lugar deste, material absolutamente inusitado : filamentos de DNA ! É ler para crer ! (Leia nota)

Meio ambiente : de olho bem aberto no cromo-VI !

Conclusões diferentes das veiculadas por sites industriais alemães e americanos, reveladas por pesquisadores, alertam sobre riscos de câncer pela exposição ao cromo-VI. (Leia nota)

O germânio dará mais vida a Lei de Moore ?

Camada nanométrica de germânio na superfície dos chips pode ser o "pulo do gato". (Leia nota)

Microscópios eletrônicos colocam as micrografias no centro da inspiração artística : nasce a Nanoarte ?

Nanopartículas, nanotubos, nanobastões, ou seja, todos os nano-X adquirem novo "charme". (Leia nota)

A China não deixa por menos : está entre os dez maiores depositantes internacionais de patentes.

Tal palmarès foi atribuído pela Organização Mundial da Propriedade Intelectual (WIPO). (Leia nota)

EPA (Agência de Proteção Ambiental Norte-Americana) resolve "ir fundo" no estudo dos efeitos da nanotecnologia.

Além da preocupação com as possíveis ameaças eventualmente associadas às nanopartículas, a agência tem interesse em usá-las na remediação ambiental. (Leia nota)

Fazendo nanotubos de carbono mais seguros.

Pesquisadores ingleses do Centre for Drug Delivery, da Universidade de Londres, trazem a boa nova. (Leia nota)

Plano de recursos hídricos vai nortear uso racional da água até 2020.

O Plano Nacional de Recursos Hídricos do Brasil foi elaborado a partir de um processo participativo que incluiu quase sete mil pessoas durante dois anos e meio. (Leia nota)

Yakult destaca pesquisa realizada no LQES e no LQB da Unicamp.

Revista Super Saudável, publicada pela empresa, repercute trabalho realizado com nanopartículas de ouro funcionalizadas com tiociclodextrinas/violaceína frente à células leucêmicas. (Leia nota)

Nanotubos de carbono permitem obtenção de baterias de altíssima performance.

Novo tipo de bateria pode estocar 10 vezes mais energia que as atuais de maior performance. (Leia nota)

A bioterapia põe em campo "biocirurgiões".

"Indústria têxtil" auxilia a bioterapia na obtenção de recursos terapêuticos para atuar sobre a necrose de feridas. (Leia nota)

Ligas se "metamorfoseiam" !

Ligas metálicas passam por verdadeira "metamorfose" : mudam de cor sob certas condições. (Leia nota)

Folha do lótus : "inspiração" para a micro- e nanotecnologia.

Superfícies autolimpantes (que se limpam por si mesmas) "copiaram" o "efeito lótus" ! (Leia nota)

Vidro converte energia solar em eletricidade.

Energia solar acumulada durante o dia poderá "dar luz" à noite. (Leia nota)

Dopagem genética está por um triz !

Atletas mal-intencionados que se cuidem : a dopagem genética em breve será detectável ! (Leia nota)

NanoCare : saúde e meio ambiente sob vigilância.

Conseqüências sobre a saúde e meio ambiente das nanopartículas fabricadas industrialmente estarão sob severa vigilância. (Leia nota)

Impressoras a jato de células ?

Pesquisadores do University College e do King's College, ambos de Londres, mostraram que isto é possível. (Leia nota)

Gás e fio elétrico podem conduzir sinal de Internet.

Fibra óptica, cabo elétrico, gás: muda a "estrada" mas a comunicação pela Internet chega ao seu destino. (Leia nota)

Pesquisador russo cria invisibilidade.

Foi depositada patente que reivindica método que torna objetos invisíveis. (Leia nota)

Dissipação de calor nos nanotubos de carbono : novo modelo.

Equipe da Illinois University (EUA) lança novo modelo que pode ser muito útil na integração dos nanotubos, por exemplo, em circuitos eletrônicos. (Leia nota)

Nanotecnologia baseada na água para as Ciências da Vida.

Empresa israelense desenvolve nanotecnologia que pode incrementar a eficiência do "drug delivery" e a fabricação de kits de diagnósticos. (Leia nota)

Corrosão : observações em nível atômico revelam resultados inesperados.

Pesquisas realizadas por um grupo do Instituto Max-Planck de Metalurgia, Universidade de Ulm (Alemanha) e Síncrotron Europeu, de Grenoble (França), mostram como se dá o início do processo. (Leia nota)

Nanotecnologias no combate ao câncer.

Testes in vitro mostraram a eficiência das nanocytes : nanopartículas funcionalizadas com proteínas. (Leia nota)

Reparação de tecidos pode ser feita sem cirurgia.

A base deste novo desenvolvimento está no uso de um hidrogel biodegradável. (Leia nota)

Banho de ouro cria vírus preciosos.

Brasileiro faz mistura capaz de achar célula doente no corpo. (Leia nota)

AEB lança site sobre missão que levará astronauta brasileiro ao espaço.

Os passos dados pelo primeiro brasileiro que vai ao espaço, tenente-coronel Marcos Pontes, poderão ser acompanhados de qualquer lugar do mundo pela Internet. (Leia nota)

Trabalho de pesquisadores brasileiros envolvendo fungos e nanopartículas recebe status de "Highly Acessed" no periódico Journal of Nanobiotechnology.

A pesquisa envolveu a fabricação de nanopartículas de prata, usando diferentes cepas do fungo Fusarium oxysporum. (Leia nota)

Site da Unicamp destaca o aniversário do LQES Website e LQES NEWS.

Reportagem comenta algumas características do trabalho do LQES e fala de sua contribuição para diminuir a exclusão científica. (Leia nota)

Olho das mariposas : inspiração para novas células solares.

Philips, Innos e Universidade de Southampton (Reino Unido) se unem para trabalhar nesta concepção. (Leia nota)

Vasos sangüíneos artificiais biodegradáveis.

Tubos com estrutura esponjosa reforçada por fibras de ácido poliglicólico dão conta do recado. (Leia nota)

No carbono amorfo o elétron anda mais rápido.

Nanoestrutura construída por pesquisadores ingleses permite controlar a velocidade do elétron num sistema não-cristalino. (Leia nota)

Substância extraída do veneno da cascavel pode ser usada para tratar dores de câncer.

A constatação do efeito analgésico do veneno e o isolamento e caracterização da substância responsável por tal efeito foram conseguidos pelo Instituto Butantan, São Paulo (Brasil). (Leia nota)

Marcos Pontes, o primeiro brasileiro no espaço.

Tudo pronto para o vôo no dia 30 de março. Pontes permanecerá 10 dias na Estação Espacial Internacional. (Leia nota)

Nanotubos poliméricos podem garantir o futuro da biotecnologia.

Pelo menos é o que dizem os pesquisadores do National Institute of Standards and Technology, dos Estados Unidos. (Leia nota)

Screening para partículas tóxicas.

Pesquisadores sugerem estratégia que poderia "dar um jeito" na questão das nanopartículas perigosas. (Leia nota)

LQES realiza seu Workshop Interno 2006.

Foram dois dias de planejamento e definição das novas estratégias. (Leia nota)

Silício nanotec para a indústria de alimentos.

Nanotecnologia acoplada ao silício pode ser usada no controle de qualidade de alimentos, segurança, autenticação, embalagens, detecção de patógenos e "drug-release". (Leia nota)

Nanotubos já podem ser dobrados. Tecnologia é colocada "no ponto" por pesquisadores coreanos.

Desenvolvimento foi feito no Korea Research Institute of Standards and Science. (Leia nota)

Uma foto do átomo ? Pois não !

Pesquisadores europeus se juntam tendo em mira realizar este feito. (Leia nota)

"Na natureza... tudo se transforma". No laboratório...plásticos podem virar novamente petróleo.

A experiência vem da Índia. Seria bom que alguém em nosso país por ela se interessasse ! (Leia nota)

Fulerenos : produção de agregados.

Controle das forças de interação permite obtenção de agregados de diferentes formas. (Leia nota)

Menos poluição ? Água na gasolina !

Empresa canadense inova na mistura combustível e "dá um tombo" na liberação de poluentes de motores a combustão. (Leia nota)

Catalisador depositado sobre nanofios de carbono : aumento da performance !

O substrato, além de inerte, é estável e suporta altas temperaturas. (Leia nota)

Nova Lei para Nano ?

Novo relatório diz que as leis existentes não protegem os consumidores e chama atenção para a necessidade de uma legislação para a nanotecnologia. (Leia nota)

Periódicos científicos : Portal de Acesso Livre da Capes está disponível.

Brasil dá um grande passo na direção da diminuição de exclusão científica. (Leia nota)

Os dez saltos científicos de 2005.

2005, ano dos mais profícuos na ciência mundial, nas mais diferentes áreas. (Leia nota)

Automóvel a vapor : BMW trabalha nessa linha !

Se a falta de energia é um dos sérios problemas atuais (e futuros) do planeta, que tal, diz a BMW, lançar mão da energia desperdiçada pelos motores à combustão interna ? (Leia nota)

Energia fotovoltaica : célula de silício X célula à base de proteínas.

A luta promete gerar frisson : o alto preço das placas de silício para produção de energia poderá ser derrubado, por nocaute, pelas placas à base de proteínas cultivadas. Já pensou ? (Leia nota)

Celulose oriunda de lixo pode transformar-se em nanofibra biodegradável.

A nanotecnologia vai direto ao lixo industrial "selecionar" matéria-prima para suas novas criações ! (Leia nota)

O chique do chique : echarpe que muda de cor !

A cor da echarpe não combina com a do vestido ? Isso não é problema : diodos eletroluminescentes, de cores múltiplas, estão a serviço da moda e, logicamente, do usuário da mesma. (Leia nota)

Litografia em 32 nanômetros, graças à radiação ultravioleta extrema : 20 - 100 nm.

Pouquíssimas fontes de luz ultravioleta extrema estão disponíveis. A comercialização das mesmas promete revolucionar a P&D nessa área. (Leia nota)

Um chip no laboratório ? Não ! Um laboratório químico num chip.

A microfluídica a serviço da medicina : exames mais rápidos, eficientes e decisivos. (Leia nota)

Pinturas com propriedades espetaculares : mais uma contribuição da ciência dos colóides.

Novos colóides, produzidos no Instituto Max-Planck de Colóides e Interfaces (Alemanha), chegam para provocar uma verdadeira revolução nas pinturas. (Leia nota)

 © 2001-2017 LQES - lqes@iqm.unicamp.br sobre o lqes | políticas | link o lqes | divulgação | fale conosco