Laboratório de Química do Estado Sólido
 LQES NEWS  portfólio  em pauta | pontos de vista | vivência lqes | lqes cultural | lqes responde 
 o laboratório | projetos e pesquisa | bibliotecas lqes | publicações e teses | serviços técno-científicos | alunos e alumni 

LQES
lqes news
novidades de C&T&I e do LQES

2019

2018

2017

2016

2015

2014

2013

2012

2011

2010

2009

2008

2007

2006

2005

2004

2003

2002

2001

LQES News anteriores

em foco

hot temas

 
NOVIDADES

Administração de insulina por via oral - mais eficaz, mais fácil !

Os National Institutes of Health (NIH) acabam de liberar 2,1 milhões de dólares para serem utilizados por uma equipe da Universidade do Texas, em Austin (EUA), no desenvolvimento de uma cápsula oral de insulina, capaz de substituir as injeções diárias de determinados diabéticos.

Altamente instável, a insulina é um hormônio rapidamente degradado pelas enzimas salivares e os sucos gástricos ácidos do estômago. Conhecedores desse mecanismo, os pesquisadores viram a necessidade de trabalhar não sobre a molécula em si, mas de conseguirem meios eficazes de "entregá-la", sem, contudo, sofrer os ataques em questão.

Assim, liderados por Nicholas Peppas, os pesquisadores lograram desenvolver um polímero poroso, constituído de ácido metilacrílico e de polietilenoglicol, encarregado da proteção da insulina quando da passagem desta através do sistema digestivo. Em função de sua capacidade de transportar água batizou-se esse tipo de polímero com o nome polímero hidrogel. Uma vez no intestino delgado, em pH básico o polímero "incha" e se fixa nas células da parede intestinal que absorvem o hormônio fazendo-o passar à circulação sanguínea.

Os testes em animais revelaram que chega ao sangue pelo menos 12,8% da insulina assim veiculada. Os fundos públicos vão permitir trabalhar sobre o aumento da duração de aderência da cápsula no intestino delgado, e, portanto, melhorar a eficácia do procedimento.

Os cientistas esperam ver no mercado, daqui a cinco anos, seu método de administração por via oral, que poderá vir a servir também para outros medicamentos atualmente injetados.

Houston Chronicle, june 01, 2005 (Tradução - MIA).


Veja mais:

Insulina por via oral? Continuam as pesquisas para se chegar a uma nova forma de administração desse importante medicamento.

Prosseguem pesquisas sobre novas formas de ministrar insulina aos portadores de diabetes.

As injeções de insulina para diabéticos podem estar com os dias contados?

<< voltar para novidades

 © 2001-2019 LQES - lqes@iqm.unicamp.br sobre o lqes | políticas | link o lqes | divulgação | fale conosco