Laboratório de Química do Estado Sólido
 LQES NEWS  portfólio  em pauta | pontos de vista | vivência lqes | lqes cultural | lqes responde 
 o laboratório | projetos e pesquisa | bibliotecas lqes | publicações e teses | serviços técno-científicos | alunos e alumni 

LQES
lqes news
novidades de C&T&I e do LQES

2017

2016

2015

2014

2013

2012

2011

2010

2009

2008

2007

2006

2005

2004

2003

2002

2001

LQES News anteriores

em foco

hot temas

 
NOVIDADES

Nanotoxicidade do grafeno e óxido de grafeno.

Grafenos são nanomateriais fundamentalmente baseados no elemento carbono que possuem uma estrutura muito peculiar que lembra um "ninho de abelhas". Para se obter grafeno quimicamente, normalmente passamos pelo óxido de grafeno (GO), que além do carbono contém oxigênio, dando origem a grupos oxigenados, tais como: carbonilas, hidroxilas, epóxidos, etc. A presença desses grupos fazem com que estes derivados sejam suficientemente hidrofílicos o que permite a formação de suspensões estáveis em água e outros solventes polares.

Tanto para o grafeno quanto para o óxido de grafeno são esperadas importantes aplicações tecnológicas em eletrônica, energia, meio ambiente, ciências da vida, materiais avançados (nanorevestimentos e nanocompósitos), entre outras.

A despeito de todas estas potencialidades - algumas delas já em fase inicial de produção e comercialização -, uma questão fundamental se coloca quando tratamos da aplicação de nanomateriais: Quais os impactos dos nanomateriais para o homem e ao meio ambiente?

Visando reunir informações e refletir sobre estas questões pesquisadores brasileiros ligados à Rede de Brasileira de Nanotoxicologia - CigeNanotox, sediada no Instituto de Química da Unicamp, acabam de publicar um "review" de título: "Nanotoxicity of Graphene and Graphene Oxide", na revista Chemical Research Toxicology, editada pela American Chemical Society.

Nesta revisão são apresentados vários dados sobre a toxicidade do grafeno e do óxido de grafeno frente a vários sistemas biológicos. Segundo os autores "o conhecimento sobre materiais à base de grafeno é fundamental para assegurar a aplicação segura deste material. Nosso foco neste "review" é fornecer uma fonte de inspiração para novas abordagens da nanotoxicologia para estes materiais."



Capa da revista Chemical Research in Toxicology

Créditos: ACS


Desde a avaliação inicial deste "review" os editores indicaram, em função da qualidade, oportunidade e importância do tema, que ele poderia ser um "artigo de capa", o que de fato aconteceu.

Vale ainda salientar que no final de 2013 os membros do CigeNanotox lançaram pela editora Springer (EUA) o livro "Nanotoxicology: materials, methodologies, and assessments", que tem sido destacado como uma dos mais importantes publicações que tratam deste efervescente aspecto das nanotecnolgias.

Os dados bibliográficos das duas publicações citadas são apresentados abaixo:

A.B. Seabra, A.J. Paula, R. Lima O.L. Alves and N. Durán, Nanotoxicity of graphene and graphene oxide, Chemical Research Toxicology, 27 (2), pp 159-168 (2014).

Nelson Durán, Silvia S. Guterrez and Oswaldo L. Alves (editors), "Nanotoxicology: Materials, methodologies, and assessments", Springer, 2014 ISBN 978-3-642-24427-8.


LQES NEWS - Ano XIII - n. 287, 07 de abril de 2014 (OLA).


<< voltar para novidades

 © 2001-2017 LQES - lqes@iqm.unicamp.br sobre o lqes | políticas | link o lqes | divulgação | fale conosco