Laboratório de Química do Estado Sólido
 LQES NEWS  portfólio  em pauta | pontos de vista | vivência lqes | lqes cultural | lqes responde 
 o laboratório | projetos e pesquisa | bibliotecas lqes | publicações e teses | serviços técno-científicos | alunos e alumni 

LQES
lqes news
novidades de C&T&I e do LQES

2020

2019

2018

2017

2016

2015

2014

2013

2012

2011

2010

2009

2008

2007

2006

2005

2004

2003

2002

2001

LQES News anteriores

em foco

hot temas

 
NOVIDADES

Pesquisadores alemães na Amazônia.

O Ministério Federal do Ensino e da Pesquisa (em alemão, BMBF) acaba de conceder 6.100 milhões de euros (cerca de 14,5 milhões de reais) a um novo projeto de pesquisa sobre o meio ambiente na Amazônia, por um período de cinco anos. O programa de pesquisa, intitulado "Carbiocial", será coordenado por cientistas da Universidade de Göttingen (Alemanha) e terá como objetivos a análise e o desenvolvimento de métodos que permitam melhorar o armazenamento do carbono nos solos, a redução de gás de efeito estufa e a proteção dos ecossistemas. A fertilidade dos solos e a qualidade das águas farão parte integrante do projeto. Nove outras universidades alemãs, assim como dois centros Helmholtz e numerosos parceiros brasileiros participarão deste grande projeto.

Os cientistas concentrarão sua pesquisa principalmente sobre dois estados brasileiros: o Pará, no Norte do Brasil, e o Mato Grosso, situado na parte ocidental. Entre outros, seu papel é informar os agricultores, as agências para a proteção ambiental e os diversos institutos de pesquisas científicas locais sobre as eventuais consequências da mudança climática na região, desenvolvendo diferentes cenários de utilização das terras.




Floresta Amazônica

Créditos: Canopliplanet.


As questões de degradação dos solos e da gestão de degradação das águas nas bacias hidrográficas serão particularmente estudadas pelos cientistas do Departamento de Ecologia da Paisagem, do Instituto de Geografia da Universidade de Göttingen. As pesquisas também serão financiadas pelo BMBF, com um aporte específico da ordem de 1,9 milhões de euros (cerca de 4,5 milhões de reais).

Universidade de Göttigen (Tradução - MIA).


Nota do Managing Editor: o Prof. Dr. Gerhard Gerold (e-mail: ggerold@gwdg.de), do Departamento de Ecologia da Paisagem da Universidade de Göttingen, será o responsável pelo projeto, do lado alemão.


<< voltar para novidades

 © 2001-2020 LQES - lqes@iqm.unicamp.br sobre o lqes | políticas | link o lqes | divulgação | fale conosco