Laboratório de Química do Estado Sólido
 LQES NEWS  portfólio  em pauta | pontos de vista | vivência lqes | lqes cultural | lqes responde 
 o laboratório | projetos e pesquisa | bibliotecas lqes | publicações e teses | serviços técno-científicos | alunos e alumni 

Laboratório de Química do Estado Sólido
 LQES NEWS  portfólio  em pauta | pontos de vista | vivência lqes | lqes cultural | lqes responde 
 o laboratório | projetos e pesquisa | bibliotecas lqes | publicações e teses | serviços técno-científicos | alunos e alumni 

LQES
lqes news
novidades de C&T&I e do LQES

LQES News anteriores

em foco

hot temas

 
LQES NEWS




Nesta parte do Canal Científico pretende-se, de maneira atualizada, anunciar/divulgar novidades, científicas - ou não -, que apresentem aderência com as temáticas do LQES.



 © 2001-2017 LQES - lqes@iqm.unicamp.br sobre o lqes | políticas | link o lqes | divulgação | fale conosco 

NOVIDADES

Vem do Canadá a primeiríssima regra nacional obrigatória sobre a Nanotecnologia.

Segundo os delegados ambientais, o governo canadense previu lançar no mês de fevereiro de 2009, portanto neste mês, a primeiríssima regulamentação nacional do mundo obrigando as empresas a detalhar sua utilização de nanomateriais técnicos. As informações coligidas graças a essa exigência serão utilizadas para avaliar os riscos ligados aos nanomateriais técnicos e contribuirão para o desenvolvimento de medidas de segurança apropriadas, visando a proteger a saúde humana e o meio ambiente.

Há alguns anos, os especialistas do Projeto sobre as Nanotecnologias Emergentes (Project on Emerging Nanotechnologies, PEN) encorajam o aumento da supervisão das nanotecnologias. Esses especialistas observaram que a decisão do governo canadense constituía um passo importante no que diz respeito à proteção do consumidor e do ambiente.





Logo do Programa PEN.

Créditos: Woodrow Wilson International Center for Scholars.



"As nanotecnologias se desenvolvem rapidamente. As pessoas e o ambiente são cada vez mais expostos aos novos nanomateriais. Apesar de tudo, os governos não dispõem de informações sobre o tipo, a quantidade e os riscos possíveis dos materiais nanométricos que são fabricados e utilizados nos produtos de hoje. Tratam-se, portanto, de informações essenciais para assegurar que as nanotecnologias sejam utilizadas de modo seguro", afirmou Andrew Maynard, chefe do Conselho Científico do PEN.

A decisão do Canadá foi anunciada pouco tempo depois da U.S. Environmental Protection Agency (EPA) ter emitido um relatório provisório sobre seu Nanoscale Materials Stewardship Program, um programa de submissão voluntária de informações que contou com uma participação limitada da indústria. O relatório da EPA nota a falta de dados coligidos pelo programa e afirma que a agência buscará um melhor modo de utilizar a lei federal sobre o controle de substâncias tóxicas (Toxic Substances Control Act, TSCA) a fim de obter dados sobre os riscos. Estudos realizados anteriormente pelos especialistas do PEN permitiram concluir que a lei TSCA está "extremamente incompleta", e que a EPA não utilizou eficazmente as ferramentas que essa lei colocou à sua disposição com o objetivo de regular a questão das nanotecnologias, o que a impediu de identificar as substâncias nanométricas e de verificar se elas eram perigosas.

O PEN, com relação à EPA e às nanotecnologias, tem uma ordem do dia ligada às medidas específicas que podem ser tomadas em função da lei TSCA, a fim de coligir informações cruciais sobre os riscos ligados às nanotecnologias. Relatórios disponíveis, on-line, em: www.nanotechproject.org.

O Project on Emerging Nanotechnologies é uma iniciativa lançada pelo Woodrow Wilson International Center for Scholars e o Pew Charitable Trusts, em 2005. Essa iniciativa tem como objetivo ajudar as empresas, o governo e o público a antecipar e a administrar eventuais implicações das nanotecnologias quanto à saúde e o ambiente. Para obter amplas informações sobre o projeto, consulte www.nanotechproject.org.

Alphatrade, 28 de janeiro, 2009 (Tradução - MIA).


Assuntos Conexos:

Lançamento de uma consulta sobre o "Responsible NanoCode", um código de conduta para as empresas que atuam em Nanotecnologia.

Cientistas estão preocupados com os riscos ambientais e de saúde da nanotecnologia.

Berkeley (EUA) é a primeira cidade do mundo com legislação municipal para a Nanotecnologia.

Primeira Reunião Internacional sobre Normalização das Nanotecnologias.

Nova Lei para Nano?

A normalização em nanotecnologia.

Afinal, devemos ou não ter medo das nanotecnologias?


<< voltar para novidades

Laboratório de Química do Estado Sólido
 LQES NEWS  portfólio  em pauta | pontos de vista | vivência lqes | lqes cultural | lqes responde 
 o laboratório | projetos e pesquisa | bibliotecas lqes | publicações e teses | serviços técno-científicos | alunos e alumni 

LQES
link o lqes
sobre o lqes

políticas

link o lqes

divulgação na mídia

fale conosco

 
LINK O LQES

Os visitantes do LQES estarão livres para divulgar, recomendar e utilizar links e referências do LQES, imagens e textos e outras referências aqui contidas para todas e quaisquer finalidades não comerciais. Os colaboradores do LQES estão proibidos de postar ou transmitir de ou para este Website qualquer material ilegal, ameaçador, caluniador, difamatório, pornográfico ou qualquer outro que possa violar alguma lei.

Redirecionamento para outros websites

Os redirecionamentos para outros websites são fornecidos no site LQES como mais um serviço visando a contribuir com sua comodidade. Ao acessar tais links, você será redirecionado ao Website referenciado. O LQES não responde por conteúdos desses websites, não patrocina ou faz qualquer representação sobre os mesmos, ou oferece qualquer outra informação, portanto, se decidir acessar algum dos links recomendados no site LQES, faça-o por sua própria conta e risco.

 © 2001-2017 LQES - lqes@iqm.unicamp.br sobre o lqes | políticas | link o lqes | divulgação | fale conosco